Grupiara

Ultimas

latest

Brasil

Brasil
Videos

Cascalho Rico

Estrela do Sul

Grupiara

BRASIL: BC anuncia redução de compulsório e empréstimo a instituições

Nenhum comentário
BRASIL: BC anuncia redução de compulsório e empréstimo a instituições
O Banco Central (BC) reduziu depósitos compulsórios e anunciou linha de empréstimos a instituições financeiras nesta manhã (23). A decisão faz parte do conjunto de ações adotadas pelo BC para minimizar os efeitos do coronavírus (Covid-19) sobre a economia brasileira.
O BC reduziu a alíquota do compulsório sobre recursos a prazo de 25% para 17%. Segundo o BC, a medida é temporária. “A medida tem o objetivo de aumentar a liquidez do Sistema Financeiro Nacional”. A redução de compulsórios, recursos que os bancos são obrigados a deixar depositados no BC, pode levar à injeção de até R$ 68 bilhões na economia, a partir do dia 30 deste mês.
“Em 14 de dezembro, caso a economia tenha atravessado a pandemia do Covid-19, a alíquota do compulsório sobre recursos a prazo será recomposta ao patamar anterior de 25%”, diz o BC, em nota.

Empréstimos

O BC anunciou ainda que o Conselho Monetário Nacional (CMN) o autorizou a concessão de empréstimos a instituições financeiras garantidos em debêntures adquiridas entre 23 de março e 30 de abril de 2020. Segundo o BC, é uma Linha Temporária Especial de Liquidez (LTEL).
“O objetivo da linha é prover liquidez ao mercado secundário de dívida corporativa, fortemente afetado pela recente turbulência verificada nos mercados financeiros internacional e nacional, fruto dos reflexos da propagação do Coronavírus (COVID-19)”.
Além das debêntures, o BC manterá, como garantia adicional, os recolhimentos compulsórios do banco no mesmo montante da operação.
“Com a medida, o BC espera aumentar a liquidez no mercado secundário de dívida privada, minimizando os efeitos da crise sobre o mercado de capitais”, destacou.
“A adoção de linhas especiais de liquidez lastreadas em títulos de dívida privada vem sendo um instrumento amplamente usado pelos principais BCs do mundo em reposta à crise provocada pela propagação do Coronavírus (Covid-19), dentro de seus arcabouços e competência”, finalizou o BC, em nota.

Captação de recursos

O BC também informou que “as incertezas ocasionadas pela crise sanitária mundial sobre a economia têm aumentado a aversão ao risco e podem interferir negativamente na captação de recursos pelas instituições financeiras”. “Para reforçar a capacidade de resposta ao regular funcionamento do Sistema Financeiro Nacional (SFN), o Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou hoje a Resolução nº 4.785, que autoriza a captação de Depósito a Prazo com Garantia Especial do Fundo Garantidor de Crédito (FGC)”.
“Conhecido no mercado como DPGE1, essa modalidade de depósito a prazo é garantida pelo FGC até o limite de R$20 milhões por titular e foi um instrumento utilizado com sucesso para dar liquidez ao mercado no momento de stress provocado pelos efeitos da crise mundial de 2008 no Brasil”.

Agência Brasil

MG: Romeu Zema decreta calamidade pública, estadualiza medidas e fecha divisas

Nenhum comentário

MG: Romeu Zema decreta calamidade pública, estadualiza medidas e fecha divisas
O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, decretou, nesta sexta-feira (20/3), calamidade pública no Estado em função do coronavírus. A determinação só foi viabilizada após confirmação do decreto de calamidade federal pelo Senado. 


Com a medida, o governador possui prerrogativa para atuar junto aos municípios. Romeu Zema estadualizou as ações do governo que valiam em caráter recomendatório e apenas para a Região Central, onde foi constatado caso de contágio comunitário - em que o paciente não sabe de quem contraiu o vírus.

A estadualização obriga os municípios a seguirem as regras do Governo do Estado. Fica assim proibido o funcionamento do comércio em todas as cidades mineiras. A exceção são os estabelecimentos que vendem produtos ou prestam serviços essenciais, como padarias, supermercados e farmácias.  

As escolas também permanecem fechadas, sem aulas. O decreto determina a extensão da medida não apenas para as estaduais, mas as municipais e da rede privada. Equipamentos culturais e eventos oficiais também foram suspensos. 

Quanto ao transporte, os ônibus intermunicipais só poderão rodar com metade da capacidade. Aqueles que trafegam dentro das cidades e os rurais, terão que respeitar a capacidade de lotação de passageiros sentados. 

O decreto ainda versa sobre o fechamento das divisas para o transporte coletivo terrestre. Ou seja, os ônibus e vans de passageiros não poderão entrar e sair do estado. O transporte individual ainda não foi restrito. O transporte de cargas nunca será restringido, de forma a garantir o abastecimento. Já o transporte aéreo é de competência do governo federal. 

O decreto será encaminhado para a Assembleia Legislativa para confirmação. Porém, já passa a valer a partir da primeira hora da próxima segunda-feira (23/3). “Com essas medidas espero minimizar o avanço da doença em Minas Gerais. Mineiros e mineiras, evitem transitar nas ruas. Fiquem em casa. Não permitam que o coronavírus se alastre. Vamos passar por dias difíceis. Mas conseguiremos nos reerguer. Hoje, minha prioridade são as vidas. Vamos preservá-las!”, afirmou o governador Romeu Zema.

Outras ações

Desde o início da pandemia, o governador Romeu Zema tem adotado medidas para frear o avanço da doença. Decretou situação de calamidade em Saúde, suspendeu aulas da rede estadual, fechou equipamentos culturais, cancelou cirurgias eletivas, conseguiu acordo para destinar R$ 5 milhões ao hospital Eduardo de Menezes, dentre outras ações.

Vale ressaltar que as equipes do Centro de Operações de Emergência em Saúde (Coes-Minas), instalado pelo Governo, atuam 24 horas no monitoramento da situação no estado. 

Na quinta-feira (19/3), o Estado também anunciou um pacote de medidas de restrição de circulação de pessoas para impedir o avanço da doença. A deliberação trouxe, ainda, determinações aos municípios em que há registro de contaminação comunitária - Belo Horizonte, por exemplo -, como a definição para que farmácias e supermercados estabeleçam horário específico para atender pessoas com mais de 60 anos, que fazem parte do grupo com maior risco de complicações pela doença.

O governador também proibiu a realização de eventos e de reuniões de qualquer natureza, de caráter público ou privado, incluindo excursões, cursos presenciais e outros com mais de 30 pessoas.

Agência Minas

REGIÃO: Uberlândia tem o primeiro caso de Coronavírus

Nenhum comentário
MG: Uberlândia tem o primeiro caso de Coronavírus
O primeiro caso de coronavírus foi confirmado no início da tarde desta terça-feira (17) em Uberlândia. O paciente trata-se de um homem de 39 anos de idade que foi atendido pela rede privada da cidade, segundo o Município.

Nesta segunda-feira (16), o jornal Diário de Uberlândia recebeu informações do teste positivo no paciente do sexo masculino. No entanto, o laboratório particular Sabin e a Prefeitura de Uberlândia não haviam confirmado o resultado à reportagem.

A informação foi divulgada ao vivo pela TV Paranaíba por representantes da Prefeitura de Uberlândia após reunião do Comitê de Enfrentamento à Covid-19. De acordo com as primeiras informações, o homem tem histórico de viagem pela Argentina e Uruguai. Ele está em quarentena domiciliar.

Um exame de contraprova ainda será realizado. O primeiro exame foi confirmado por um laboratório de Uberlândia, credenciado pelo Ministério da Saúde. O paciente já passou pela coleta de amostras que serão encaminhadas para Belo Horizonte.​

"Ele não foi internado, está bem, em casa. Não é idoso e não está em nenhum grupo de risco, então deverá evoluir favoravelmente. Estamos administrando o caso com tranquilidade até o momento. O Ministério de Saúde está validando o resultado do laboratório de Uberlândia devido à demanda superior ao que o laboratório de Belo Horizonte suporta. Sobre a contraprova coletamos o material e remetemos para o laboratório de Belo Horizonte", disse o secretário municipal de Sáude, Gladstone Rodrigues.

São 28 casos suspeitos da enfermidade em Uberlândia, segundo o beletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) divulgado nesta segunda

Mais informações no site do Diário de Uberlândia.

MG: Governo de Minas suspende aulas da rede estadual

Nenhum comentário

MG: Governo de Minas suspende aulas da rede estadual
O governador Romeu Zema publicou decreto, neste domingo (15/3), que cria o Comitê Gestor do Plano de Prevenção e Contingenciamento em Saúde do COVID-19 e amplia as ações de prevenção e combate ao coronavírus em órgãos e entidades da administração estadual.
O Executivo decidiu implementar recesso escolar para a próxima quarta-feira (18/3) em todas as escolas da rede estadual. A medida vale até o dia 22 de março. Sendo assim, as unidades de ensino estarão com suas atividades paralisadas até o dia 22 de março.
Já existe movimento de paralisação, em decorrência do coronavírus, em unidades federais e particulares.
O intuito da paralisação de atividades é o de concentrar esforços no diálogo com as unidades e na elaboração de medidas adicionais, sempre monitorando a evolução da transmissão. A retomada das aulas será no dia 23 de março, conforme orientação da Secretaria de Saúde. O Governo ressalta que não existe situação de contágio comunitário em Minas Gerais até o momento e todas as medidas são no sentido de minimizar os impactos futuros da pandemia.
A medida está em sintonia com as determinações do Ministério da Saúde para combater a disseminação do Covid-19 no país.
Decreto
Foi publicado neste domingo decreto do governador Romeu Zema, contendo medidas adicionais para lidar com a pandemia. Entre as medidas estão o impedimento de retorno ao trabalho de servidores que estiveram em localidades com alto índice de transmissão comunitária do vírus. O impedimento vale por 14 dias, caso o servidor apresente sintomas da doença, ou por sete dias, caso não haja sintomas. Nesse período, recomenda-se que o profissional permaneça em casa e em trabalho remoto, se houver condições. Se não for possível, as faltas serão abonadas. Em ambos os casos, não haverá perda no auxílio-refeição ou alimentação. 
O governador Romeu Zema ressalta que não há motivo para pânico e que as medidas adotadas até o momento são preventivas.
"Tudo isso faz parte de um conjunto de ações para resguardar a saúde de todos os mineiros e proteger nossos cidadãos. Prevenção sempre será o melhor remédio", disse.
No último sábado (14/3), o governador já havia decretado a suspensão de eventos oficiais com mais de cem pessoas pelos próximos 30 dias. A recomendação é que a medida, que será revista semanalmente, também seja adotada por organizações da iniciativa privada.
"Evitando aglomerações, conseguimos conter a propagação do vírus de forma mais eficiente, com o objetivo de que a epidemia não se alastre em Minas Gerais e contamine, principalmente, quem está no grupo de risco", afirmou.
A gestão estadual esclarece que continuará  empenhando todos os esforços para evitar que a pandemia do Covid-19 atinja a população mineira e conta com a contribuição e compreensão de todos.
Veja abaixo outros pontos do decreto publicado neste domingo:
- Órgãos e entidades implementarão ações recomendadas por órgãos de Saúde pública, como medidas de profilaxia, assepsia, sanitárias e de informação em relação ao coronavírus;
- Recomendação de realização de reuniões virtuais ou, não sendo possível, que estas sejam realizadas exclusivamente com a participação das pessoas indispensáveis;
- Suspensão por 30 dias de atividades de capacitação, treinamento ou outros eventos realizados pelos órgãos, autarquias e fundações que impliquem aglomeração de mais de 100 pessoas. Esse prazo poderá ser prorrogado;
– Suspensão por 30 dias de viagens oficiais de servidores do Poder Executivo estadual que tenham como origem ou destino localidade com caso confirmado de infecção pelo coronavírus (COVID-19). Esse prazo poderá ser prorrogado;
- O servidor que apresentar sintomas característicos da doença fica dispensado de comparecer à unidade pericial, hipótese em que a licença para tratamento de saúde poderá ser concedida mediante homologação, ou seja, envio de documentação comprobatória para análise e deferimento pela perícia médica;
- O prazo para recadastramento anual de inativos e pensionistas do Poder Executivo do Estado fica suspenso, enquanto perdurar a Situação de Emergência em virtude do coronavírus, sem implicar na suspensão da remuneração durante esse período.
Veja íntegra do decreto clicando aqui.
Situação de emergência
Na última sexta-feira (13/3), a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) decretou Situação de Emergência em Saúde Pública no estado como uma das ações de preparação para assistência a pacientes com coronavírus. Entre as medidas previstas está a dispensa de licitação para compra de insumos, medicamentos e aparatos médicos, além da contratação de profissionais.
O decreto também oficializa a instalação do Centro de Operações de Emergência em Saúde (Coes-Minas), coordenado pela SES-MG, para monitoramento e estudo dos casos, além da atuação na tomada de decisões e organização das ações de enfrentamento.

REGIÃO: Rede hospitalar do Ipsemg é ampliada no Triângulo

Nenhum comentário
REGIÃO: Rede hospitalar do Ipsemg é ampliada no Triângulo
Mais um hospital passa a integrar a rede credenciada pelo Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg) para atender a seus beneficiários no Triângulo Mineiro. O hospital Santa Marta, localizado em Uberlândia, oferece pronto-atendimento adulto e pediátrico 24 horas, obstetrícia (parto) e cirurgias em diversas especialidades.


No município, os cerca de 17 mil beneficiários ainda podem ter assistência no Uberlândia Medical Center (UMC) em casos médicos de alta, média e baixa complexidades.

“Estamos implementando um conjunto de ações para recuperação do plano de saúde do instituto, que inclui, além da quitação das dívidas deixadas pelo último governo, importantes investimentos na sua rede própria de atendimento, como reformas e compra de novos equipamentos para o nosso hospital - o Governador Israel Pinheiro (HGIP), paralelamente à reestruturação e qualificação da nossa rede credenciada, proporcionando maior capilaridade para acesso aos serviços de saúde oferecidos pelo Ipsemg, tanto na capital quanto no interior”, explica o presidente do instituto, Marcus Vinícius de Souza.

Telefone do Hospital Santa Marta em Uberlândia/MG:

PABX: (34) 3239 2300
RECEPÇÃO INTERNAÇÃO: (34) 3239 2320
FAX: (34) 3239 2321



Região

Desde o segundo semestre de 2019, outros hospitais voltaram a atender pelo Ipsemg. Na região do Triângulo do Norte, os usuários têm assistência nas cidades de Araguari, Monte Carmelo e Patrocínio para consultas ambulatoriais, cirurgias, exames e de pronto-socorro.

Agência Minas

FUTEBOL: Cruzeiro 2 x Uberlândia no jogo de 01/03/2020

Nenhum comentário
Após três rodadas consecutivas de jejum no Campeonato Mineiro, o Cruzeiro reencontrou a vitória na tarde deste domingo, no Mineirão. No jogo que marcou a reestreia de Marcelo Moreno, o time celeste contou com um gol no final e uma defesa de pênalti de Fabio para ganhar por 2 a 1.

Com 14 pontos, o Cruzeiro sobe para a quarta colocação do Campeonato Mineiro, uma vez que o Atlético-MG ficou no empate por 1 a 1 contra o Boa, em Varginha. Já o Uberlândia fica com os mesmos sete pontos ganhos e aparece apenas no oitavo posto.

Pela oitava rodada do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro volta a campo para encarar o arquirrival Atlético-MG às 19 horas (de Brasília) de sábado, no Estádio do Mineirão. O Uberlândia, por sua vez, pega na próxima rodada o URT, no Parque do Sabiá.


O Cruzeiro conseguiu inaugurar o marcador logo aos 10 minutos do primeiro tempo. Éverton Felipe virou na direita para Maurício, que escorou de cabeça para Marcelo Moreno. O boliviano passou por Rogério, levou até o fundo e cruzou rasteiro para Pedro Bicalho completar.

Aos 12 minutos do segundo tempo, pouco depois de Fábio fazer grande defesa em chute de Diogo Peixoto, o Uberlândia chegou ao empate no Mineirão. Fábio Alves levantou a bola na primeira trave em cobrança de falta, Jhulliam subiu mais alto e marcou para o time visitante.

Aos 43 minutos do segundo tempo, Filipe Machado cobrou escanteio do lado esquerdo e Arthur subiu para cabecear de maneira precisa. Nos acréscimos, o árbitro Marco Aurélio Ferreira viu pênalti de de Valdir sobre Wandinho. Na cobrança, Diogo Peixoto bateu franco e Fabio defendeu.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 2 x 1 UBERLÂNDIA

Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Data: 1º de março de 2020, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Marco Aurélio Augusto Fazekas Ferreira
Assistentes: Marcus Vinicius Gomes e Felipe Alan Costa de Oliveira
Cartões amarelos: Rogério (UEC)
Gol:
CRUZEIRO: Pedro Bicalho, aos 10 minutos do 1º Tempo, e Arthur, aos 43 minutos do 2º Tempo
UBERLÂNDIA: Jhulliam, aos 12 minutos do 2º Tempo


CRUZEIRO: Fábio; Valdir, Arthur, Léo e João Lucas; Filipe Machado, Pedro Bicalho (Vinícius Popó) e Jadsom (Caio); Maurício e Everton Felipe (Welinton); Marcelo Moreno
Técnico: Adilson Batista


UBERLÂNDIA: Rafael, Joazi, Plínio, Rogério e Fábio Alves; Leandro Salino, Jô, Diogo Peixoto; Dija Baiano (Wandinho), Luizinho (Lucas Perdomo), Jhulliam (Tiago Amaral)
Técnico: Luizinho Lopes

Gazeta Esportiva
© Todos os Direitos Reservados
Eu Grupiara/MG